As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática (Portuguese Edition) por João Afonso Zavattini

December 11, 2019

As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática (Portuguese Edition) por João Afonso Zavattini

Titulo del libro: As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática (Portuguese Edition)

Autor: João Afonso Zavattini

Número de páginas: 206 páginas

Fecha de lanzamiento: January 1, 2009

Editor: SciELO - Editora UNESP

Obtenga el libro de As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática (Portuguese Edition) de João Afonso Zavattini en formato PDF o EPUB. Puedes leer cualquier libro en línea o guardarlo en tus dispositivos. Cualquier libro está disponible para descargar sin necesidad de gastar dinero.

João Afonso Zavattini con As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática (Portuguese Edition)

Obra climatológica que oferece tratamento dinâmico às questões climáticas do Mato Grosso do Sul, principalmente à circulação atmosférica regional e às implicações pluviais. Considerando-se que tal região, a exemplo do que ocorre com o território paulista, encontra-se na confluência dos principais sistemas atmosféricos da América do Sul, possuindo mais de um tipo de regime pluviométrico (áreas com regime do tipo "Brasil Central" e outras com regime do tipo "Brasil Meridional"), o autor deste livro procura compreender a relevância de estudos que privilegiam a distribuição das chuvas como um dos indicadores do seu "mosaico" climático. Para tanto descreve as chuvas anuais, sazonais e mensais do período de 1966 a 1985 e, depois, as chuvas diárias do triênio 1983-1985, analisando-as do ponto de vista rítmico. Trata-se de um estudo original, uma vez que se fundamenta na dinâmica das massas de ar, isto é, das cadeias fundamentais dos tipos de tempo, dos mecanismos frontológicos e dos ritmos pluviais, metodologia que possibilitou não apenas entrever as relações atmosfera-território sulmatogrossense como, também, propor uma classificação climática de base genética, ainda que sob a forma de "tentativa".